Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Da forma como leio o mundo

Da forma como leio o mundo

06
Dez18

Tenho que alterar a minha vibração e estou com dificuldade

Bárbara

Estou a viver um período em que está a ser difícil libertar-me do pessimismo, que me foi passado. Preciso mesmo alterar o meu estado vibratório, em voltar a acreditar antes de acontecer, sentir fé na vida, em mim, no mundo. No entanto, sinto um aperto no peito tão pesado como se fosse um alarme de aviso, os dentes cerrados que até me doí o maxilar e na mente uma sombra escura e pesada. Não tenho ido à minha mãe, fui apenas na terça, pois também ela está carregada de negatividade e está a fazer-me mal. Comprei todas as prendinhas que consegui e que ela pediu para oferecer, mas ela continua a querer mais e a pedir mais. Tentei que as minhas irmãs me substituissem um pouco esta semana, mas obtive como resposta o vazio emocional normal, de quem se enche de razão para não pensar com a correção da emoção de família. Uma parte grande de mim sentiu a maior culpa de mundo, pois sinto que se não sou eu fica abandonada toda a semana. A outra pequena parte resolveu permitir-me ganhar alguam força e estrutura, pois sinto-me frágil. 44 anos e não tenho absolutamente ninguém com quem partilhar as angústias. No trabalho também não anda fácil, existe toda uma onda de cobrança arrogante e de desvalorização de resultados, com ênfase nos maus resultados. Só quero conseguir respirar ou ter tempo para chorar! Hoje, comecei a trabalhar às oito e termino depois das 21 horas. Sinto-me tão miseravelmente só. Preciso de uma luz, e se acredito na proteção de algo, apelo ao meu pai, que me ajude um pouco neste momento, que me dê alguma tranquilidade, uma resposta qualquer do universo, que me indique que o caminho é a vida. Preciso me sentir viva, preciso de sentir que posso agradecer, preciso de me sentir sem medo. Tenho uma reunião agora, mas estão atrasados, talvez, assim me permita algum espaço. 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D