Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Da forma como leio o mundo

Da forma como leio o mundo

02
Nov18

Coração apertadinho

Bárbara

Estou frágil e com o coração apertado. Recebi, ontem, uma mensagem da minha irmã a dizer para eu não pensar que me ignora e que não valoriza o que faço. No entanto, foram as únicas notícias que tive dela, apesar de todas as mensagens que lhe mando. Hoje, fui buscar aminha mãe para darmos um passeio. Inicialmente, estava tão querida e depois foi alterando o humor e acabou a criticar as minhas calças, enquanto eu esperava por ela na casa de banho. Ontem, foi feriado e não consegui descansar. De manhã, tive que colocar gasóleo nos carros de trabalho e fazer compras para o trabalho. Depois, tentei ler e dormir, mas tenho dois cães que brincam em cima do meu rosto e deitam-se a dormir em cima de mim. Sinto uma tristeza imensa, já conhecida e familiar. Sinto-me sozinha e muito cansada. Li tudo o que me foi possível, ouvi tudo o que consegui. Aquele desânimo que surge na ausência de um milagre que faz barulho? É isso! A necessidade de me sentir cuidada, abraçada, amada, importante para alguém? Sinto uma vontade imensa de chorar e não posso, não tenho tempo, pode surgir alguém. Apeteciaa-me estar quietinha, nom sofá, com o calor do aquecedor a bater e a ver tudo o que fosse filme e me fizesse chorar. Hoje, queria ter tempo para ter pena de mim e nem estou com o tpm, pelo contrário.

Já vos disse que trago os meus cães para o meu local de trabalho? Tenho essa sorte, mas como são muito barulhentos, tenho que os levar a casa no início da tarde. Para os transportar comprei uma grande mochila, o que me torna ridícula, nos olhos das pessoas com quem me cruzo. Imaginem ouvir um ladrar irritante nas costas de alguém...

Hoje, queria um abraço de alguém que cheirasse bem e me quisesse bem.

Hoje, sinto-me muito vazia de afetos. Isto já passa, é obrigatório que passe, não tenho outra hipótese, tenho um barco para levar para a frente, por isso vou controlar-me nas minhas afirmações positivas: 237.000€ estão a caminho da minha conta, os 65 kg estão a formar-se no meu corpo, o meu audi lindo e bege está nas minhas mãos, o meu marido companheiro com dois filhos vem naminha direção, o meu negócio maravilhoso está a prosperar, a evoluir, a crescer, e eu serei a melhor profissional, na minha terra. Eu consigo!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D