Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Da forma como leio o mundo

Da forma como leio o mundo

03
Mai18

As más energias

Bárbara

Não sei se só me acontece a mim, em determinados dias, sentir, como se uma nuvem carregada de trovoada me carregar a alma. Como se uma grande parte das pessoas do mundo, me dirigisse muita zanga, raiva e inveja. Começo por sentir uma pressão no peito, uma bola histérica na garganta, uma tristeza intensa, acompanhada pela irritação... E não, não é tpm! Já tenho essa sensação desde segunda, mas ontem atingiu o seu auge. Curiosa, lancei a questão nas redes sociais, numa tentativa de auscultar se me encontrava sozinha e, Não! Ali estavam todos eles a partilhar toda aquela maldita sensação... Sei que dito assim e lido assim, apenas me dá o estatuto de louca, mas nada é absoluto nesta realidade estranha. Se acreditam e seguem um messias há tanto tempo, contra a ciência e a lógica, porque não acreditar nesta energia que nos rodeia, no poder do amor vs da inveja? E é isto... Ah! É verdade 24 dias em dieta, ainda não me pesei! Já pequei com um bom vinho tinto e duas cervejas! Mas, vá, eu precisava mesmo daquela folga!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D