Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Da forma como leio o mundo

Da forma como leio o mundo

15
Out18

...

Bárbara

Hoje, sinto-me cansada, mas mesmo cansada e ainda só é segunda feira. Reparo, efetivamente, que o facto de trabalhar ao sábado me deixa bem mais esgotada. Sinto falta de tempo de mim. Dias há em que sentimos pena de nós e podemos, dias esse é. Sinto-me vazia de reforços de afetos, sinto-me vazia de família, sinto-me vazia de companheiro. Tento fazer tudo direitinho na vida, não magoar ninguém, não mentir, não roubar, não trair... Tudo isto imposto pela moral, mas também numa tentativa de que o mundo não mexa comigo. Hoje, sinto-me ninguém. Hoje, estou cansada desta vida eco de amor. De chegar a uma casa vazia após ter trabalhado 12 horas, de passear com a minha mãe, mesmo sem me sentir amada. De enviar mensagens às minhas irmãs sobre assuntos que acho que lhes vai fazer bem. Hoje sinto um peso no coração, um peso sem quantidade, um peso sem validade, um peso sem esperança de morte. Tenho que racionalizar, assumir o controle, mas está complicado. Sinto-me orgulhosa de mim própria, por estar tão sozinha desde sempre, completamente desde os 29 anos, por ter saído do desemprego e ainda conseguir ter o meu negócio, por sobreviver, por me levantar todos os dias e me dirigir ao mundo. Mas, hoje, sinto-me particularmente pequenina, sem colo, sem abraço, sem mim e sem ninguém. Cansada de que não me sequem as lágrimas, uma só vez. Uma só vez poder carpir, lamber as feridas sem ter que lutar! Hoje, queria poder sentir pena de mim, sem pena de ter pena. Hoje, queria que esta vida morresse e gostaria de nascer numa vida de afetos, onde me ditariam o amor na forma real. Hoje sinto uma dor de partida, mesmo sabendo que ninguém daria conta.

Hoje, quero desaparecer, sem rasto.

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D